LIMNOS

Projetos

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Padrões de comunidade e estrutura de teias alimentares em sistemas de água doce temperados e subtropicais com diferentes estados tróficos
Universidades Envolvidas: Roehampton University e Universidade Federal de Santa Catarina

Parceiros: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina
Descrição: Projeto aprovado pelo edital Fundo Newton (RCUK-CONFAP Research Partnerships Call) de parceria entre a UFSC com pesquisadores da Universidade de Roehampton (Inglaterra). O objetivo de longa duração é comparar sistemas de água doce em regiões temperadas e subtropicais ao longo de um gradiente de concentrações de nutrientes, estrutura de comunidades (principalmente presença de cianobactérias) e acompanhar estas informações ao longo do tempo (mudanças climáticas e os efeitos nos lagos). Certamente este banco de dados que será formado irá ajudar a entender o funcionamento de lagos e principalmente os efeitos de alterações no clima sobre a qualidade da água.
Financiamento: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina


Ciclagem de Carbono em Lagos (COCLAKE)
Universidades envolvidas: Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade Federal de Santa Catarina e Universidade de Aarhus

Este estudo irá melhorar o nosso conhecimento atual sobre como a transformação do carbono em lagos, responde a mudanças de luz, temperatura, vento, inputs de nutrientes e matéria orgânica da paisagem circundante. Além disso, este estudo irá aplicar instrumentação de alta frequência e tempo real para medir produção primária e respiração nos lagos. Essa metodologia vem proporcionando uma melhor compreensão das variáveis relacionadas ao processamento do carbono e a magnitude da produção primária, respiração e fluxos líquidos de CO2 em lagos ao redor do mundo
Financiamento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Metabolismo Aquático Planctônico em Tempo Real numa Lagoa Costeira Subtropical (Lagoa do Peri, Florianópolis, SC)
O objetivo deste projeto é avaliar o processo do metabolismo aquático, com precisão e frequência detalhada, e relacionar com as taxas de produção e respiração do plâncton em um ambiente oligotrófico e dominado por cianobactérias. Visamos relacionar estes processos aos principais parâmetros de trofia do ambiente (clorofila, nutrientes e penetração de luz); as variáveis ambientais de temperatura, precipitação e vento; e à dinâmica da composição e biomassa fitoplanctônica em uma lagoa costeira subtropical (Lagoa do Peri, Florianópolis, SC).
Financiamento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico